Preaload Image

Programa de Letra Cursiva

POR QUE ENSINAR A LETRA CURSIVA EM PLENA ERA DIGITAL?

Deve-se ensinar a letra cursiva na escola? Essa questão divide educadores e especialistas de todo o país.

 

Na alfabetização, as crianças começam pela letra bastão (de forma) e, mais tarde, passam para a cursiva. Antes o(a) aluno(a) era alfabetizado(a) na cursiva. Hoje, mais do que ensinar uma técnica, queremos desenvolver as habilidades de leitura e escrita

Sendo assim, a criança constrói o sistema de escrita, passando pelos níveis: pré-silábico , silábico, silábico-alfabético,  alfabético e ortográfico. Quando a maioria das crianças da turma está nos níveis silábico-alfabético e alfabético, acredito ser o momento certo para o início do trabalho com a letra cursiva.

 

            Com a aprendizagem do traçado da letra cursiva a criança desenvolve:

a coordenação motora fina: está relacionada com as atividades que requerem o movimento dos pequenos músculos do corpo.

a coordenação visomotora: quando os membros do corpo respondem a um estímulo visual de forma adequada.

a coordenação espacial e temporal: em relação à orientação e a estrutura do espaço e do tempo: direita /  frente / atrás / ao lado, alto / baixo, antes / depois / durante, amanhã / hoje / ontem, etc.

 

Pesquisas atuais da neurociência relatam que o uso da letra cursiva ativa diferentes áreas do cérebro e exige mais concentração. Ela também exige uma agilidade porque é utilizada para tornar o registro mais rápido

A escrita cursiva consiste em uma atividade altamente complexa e sofisticada, que prepara o cérebro para realizar tarefas mais elaboradas na vida acadêmica futura da criança

Após anos de prática observando o tempo gasto com o treino da letra cursiva em sala de aula, criei o Programa de Letra Cursiva, que possibilita esse trabalho utilizando em torno de 15 minutos da rotina diária e consequentemente, sobra mais tempo para as atividades lúdicas, de raciocínio, etc

Como a letra cursiva é um conhecimento social, ela deve ser ensinada na escola. É importante ter respeito à individualidade de cada aluno(a) e com os casos especiais de dislexia, disgrafia e outros problemas de aprendizagem, que poderão ter essa habilidade mais tardia ou até mesmo inexistente.

 

Volto, então, à pergunta inicial: Por que ensinar a letra cursiva em plena era digital? O que é melhor? Abolir a escrita é prematuro, é um prejuízo. Você deixa de oferecer algo que é positivo para o desenvolvimento. Optar apenas pelo eletrônico fecha um caminho e limita as possibilidades, da mesma forma que impedi-la de ter contato com a tecnologia. Por isso, equilíbrio é tudo. É preciso valorizar o melhor da tecnologia e o melhor da escrita à mão para que a criança receba diferentes tipos de estímulos e, assim, desenvolva todo o seu potencial.

 

                                                                                                                      Maria Rosa

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.